Spiga

Mil frases do futebol - 001 a 020


O mundo da bola nos presenteia com os filósofos do futebol. Declarações à imprensa, gritos dos técnicos no banco de reservas, cronistas inspirados. Vou tentar elencar mil frases, em 50 grupos de 20. Vamos lá com o primeiro grupo:

001. Não existe gol feio. Feio é não fazer gol! (Dadá Maravilha)
002. Queria agradecer a Antarctica pelas Brahmas que mandou pra nós. (Manga)
003. Não tive nada com essa manicure, mas se tiver que pagar alguma coisa aí eu pago... (Luxa)
004. Sou eu e mais onze! (Meira)
005. Eu não quero toquinho pro lado não, vocês vão chutar essa bola na casa do caralho! (técnico Djalma Cavalcanti, mandando os jogadores segurarem o resultado)
006. Não sei se meu tratamento vai ser lento ou demorado. (Branco, ex ídolo do Avaí)
007. Eu acho que eu acho que... (Beto cachaça)
008. Pelé calado é um poeta. Tinha era que colocar um sapato na boca. (Romário)
009. Somos todos operários! (Renato Gaúcho, referindo-se ao elenco humilde do Flu, com um salário de mais de 100 mil reais)
010. Que psicológo o que! Tá com problema na cabeça coloca no hospício! (Miguel Livramento)
011. Corpinho apetitoso, hein? (Roberto Alves comenta a boa forma do zagueiro Clebão)
012. Mas ele fuma maconha dentro de campo? (João Saldanha, nem aí, quando alertado sobre o vício de um novo jogador contratado)
013. Não, ela continua com as mesmas dimensões (o volante Andrade, quando questionado sobre "a trave diminuir" quando o jogador vai cobrar o pênalti).
014. Um pouco salgada! (Junior, quando perguntado se a água do mar estava boa)
015. Não foi nada de especial, chutei com o pé que estava mais a mão! ( João Pinto, jogador do Futebol Clube do Porto, de Portugal)
016. O difícil, vocês sabem, não é fácil (Vicente Matheus)
017. O cara corre muito, parece que tem 2 pulmões! (Jardel - foto)
018. Jogador é o Didi, que joga como quem chupa laranja... (Neném Prancha)
019. Chegarei de surpresa, dia 15, às duas da tarde, vôo 619 da VARIG... (Mengalvio, ex-meia do Santos, em telegrama mandado a família quando em excursão à Europa)
020. Tenho o maior orgulho de jogar na terra onde Cristo nasceu... (Claudiomiro, ex-meia do Internacional-RS ao chegar em Belém do Pará para disputar uma partida contra o Paysandu pelo Brasileirão de 72)

Comemoração


Renato marca e veste máscara de Urubu na final do campeonato carioca. Pelo menos já passou a fase de colocarem máscaras do Mister M...

Só no Rio e se não chover


O baixinho sempre se superando. Agora diz que não viaja mais, porque quer fazer o gol mil no Rio de Janeiro. Qualquer dia transfere os jogos pra Barra da Tijuca e manda instalar uma jacuzzi na grande área, pra ficar esperando na banheira....

"Romário é craque dentro e fora de campo", diz Roth

Celso Roth e Romário começam a se entender em São Januário. O comandante vascaíno comentou a postura do veterano atacante. Segundo o técnico, o camisa 11 é um craque e nunca desrespeitaria um compromisso.

"O Romário é craque dentro e fora de campo. Honrar compromissos é uma das características dele", comentou o treinador, referindo-se ao empenho de Romário em ajudar o Vasco e marcar o milésimo gol de sua carreira (segundo contas próprias).

Ainda na busca pelo gol mil, Romário disputará o Campeonato Brasileiro pelo time vascaíno. No entanto, junto com Celso Roth, o atacante decidiu que só disputará partidas no Rio de Janeiro.

Terra

Goleiro de 200 pilas


Irritado com as más atuações do brasileiro Dida, um torcedor do Milan colocou o goleiro à venda na Internet antes do jogo de volta da semifinal da Copa dos Campeões contra o Manchester United.

O goleiro, 33 anos, que chegou ao Milan em 2000, foi o herói na vitória sobre a Juventus na disputa de pênaltis na final da Liga em 2003, mas sua popularidade despencou após uma série de erros.

Ele foi bastante criticado após a derrota por 3 a 2 para o Manchester, no Old Trafford, na terça-feira, quando empurrou a bola para o próprio gol em uma tentativa de espalmar e ainda deixou passar um chute de longa distância de Wayne Rooney nos acréscimos do segundo tempo.

A oferta por Dida não despertou muito interesse no site de leilões. O preço, antes de o jogador ter sido retirado da página nesta sexta-feira, alcançou 71 euros (cerca de R$ 197), após 25 propostas.

Terra

Grandes folcóricos vivos: Dadá Maravilha

Dadá Maravilha: o beija-flor

retirado do site Gazeta Esportiva, Por Klinger Portella

Ele é o grande rei do marketing pessoal dentro e fora das quatro linhas. Muito mais pela retórica e pelas centenas de gols do que pela pouca intimidade que mostrava com a bola nos pés, Dario José dos Santos, o Dadá Maravilha, se consagrou como um dos maiores artilheiros do futebol brasileiro e ganhou fama nacional por suas célebres frases de auto-promoção.

Dario Peito-de-aço, Dadá Beija-Flor e Rei Dadá são apenas alguns dos muitos apelidos que acompanharam o atacante durante os seus 21 anos de carreira. Além dos nomes, Dadá foi um grande "filósofo" do futebol brasileiro. Suas frases certamente estarão para sempre na memória dos torcedores de todo o país. ‘Não venham com a problemática, que eu tenho a solucionática’, ‘só existem três coisas que param no ar: beija-flor, helicóptero e Dadá’, ‘depois do Garrincha, Dadá é a maior alegria do povo’, ‘eu me preocupo tanto em fazer gols, que não tive tempo de aprender a jogar futebol’, ‘Garrincha, Pelé e Dadá têm de ser currículo escolar’, ‘não existe gol feio; feio é não fazer o gol’. São muitos os exemplos das "pérolas" do primeiro marqueteiro do futebol brasileiro.

Toda irreverência que marcou a passagem de Dario pelos campos esconde um passado de dificuldades, que nunca foi deixado de lado pelo atacante. Durante sua infância pobre no subúrbio carioca de Marechal Hermes, Dadá, na época com cinco anos de idade, viu sua mãe atear fogo no corpo e morrer consumida pelas chamas. Dos dez aos 18 anos, para escapar da fome, Dario sobrevivia com o dinheiro conseguido com pequenos assaltos. Em uma dessas "aventuras", Dadá acabou preso e ficou internado na Fenabem/Febem. Foi lá que conheceu o futebol, somente aos 19 anos de idade.

Aos 19 anos, o início no futebol - Depois de sua passagem pela Fenabem, Dario decidiu abandonar de vez a criminalidade e encontrou no futebol o caminho ideal para deixar a vida de necessidades, que o acompanhou durante toda sua infância e adolescência.

Acostumado a pular muros e subir em árvores, Dadá sempre se destacou entre seus amigos de infância pela sua grande velocidade. "Até de tiro eu corria", brinca o jogador, que garantia fazer 100 metros em 9,9 segundos, recorde mundial na época. Além da corrida, Dario também mostrava grande impulsão. "Pulava 90 centímetros parado e 1,5 metros correndo". Tais características fizeram dele, senão um grande craque com a bola, um artilheiro nato, como poucos no Brasil.

A carreira de Dadá Maravilha no futebol começou tarde. Atuando na equipe de juniores do Campo Grande, do Rio de Janeiro, em 65 e 66, Dario foi logo promovido ao time principal, onde jogou nos dois anos seguintes, chegando a brigar pela artilharia do Campeonato Carioca. Em 1968, o atacante desengonçado chamou a atenção de um clube grande do futebol brasileiro e o garoto pobre de Marechal Hermes não perdeu a chance de fazer história e mudar de vez sua vida. Contratado pelo Atlético Mineiro, Dadá começou a escrever seu nome no livro dos grandes astros do mundo da bola.

Dadá Maravilha foi o grande nome do Campeonato Brasileiro de 1971. Autor do gol que garantiu o título ao Atlético Mineiro em cima do Botafogo, no Maracanã, Dario, de quebra, se sagrou o primeiro artilheiro do Brasileirão, com 15 gols marcados. O Peito-de-Aço repetiu o feito no ano seguinte, também com a camisa do Galo.

Foi na equipe de Belo Horizonte que o atacante fez mais história. Atuando no Atlético entre os anos de 1968 e 1972, retornando em 74, depois em 78 e 79, Dadá Maravilha se tornou o segundo maior artilheiro do clube, com 208 gols marcados. Além de campeão brasileiro em 71, Dario também foi bicampeão mineiro, nos anos de 70 e 78.

Dadá, no entanto, foi um jogador de muitas camisas. Além do Galo, o atacante passou por mais 16 clubes pelo futebol brasileiro e garantiu amor a todas equipes por que passou. Destaque para o Internacional, onde foi artilheiro e campeão do Campeonato Brasileiro de 1976, e conquistou o título gaúcho no mesmo ano. Em 81 e 82 também foi bicampeão baiano, pelo Bahia, e campeão pernambucano, em 1975, defendendo o Sport.

Foi no Sport também que Dadá quebrou mais um recorde no futebol. Em uma partida válida pelo Campeonato Pernambucano de 1976, Dario marcou dez dos 14 gols da equipe na vitória sobre o Santo Amaro. A marca história superou os feitos de Pelé e Jorge Mendonça, que marcaram oito gols em uma mesma partida.

Marcar gols era definitivamente a especialidade de Dadá. Artilheiro do Brasileirão por três vezes, Dario é o quinto maior marcador de todos os tempos em torneios nacionais, com 104 gols. Em suas contas, o atacante chegou a balançar as redes em 926 oportunidades em toda sua carreira, mas os números oficiais apontam para 545 gols marcados.

Piada de goleiro


Comecei a ler um livro que ganhei de presente: Goleiros, do jornalista Paulo Guilherme. Quando terminar vou falar dele aqui.
Nas leituras, pensando no mundo goleirístico, me veio logo à cabeça uma boa piada de goleiro:

Um goleiro da segunda divisão portuguesa, ao voltar de um jogo, passou na frente de um prédio em chamas e viu uma mulher desesperada com um bebê na janela. Querendo ter seu momento de fama, ele sinaliza para a mulher jogar o bebê. Ela hesita um pouco, mas acaba jogando e ele dá um pulo pega a criança no ar. Todos aplaudem! Empolgado, o goleiro dá três piques no bebê e chuta!

Futebol Maranhense


Se você sabe pouco do futebol Maranhense, tudo bem. O time de maior expressão é o Sampaio Correia, que acabou de ganhar o segundo turno do estadual (venceu o Bacabal). Há uns tempos eles disputaram a série B, desfilando os veteranos Jairo Lenzi e Mauricinho (da seleção brasileira de juniores.... de 1983 !!).
Nas latitudes mais próximas do hemisfério norte, os torcedores preferem os times do RJ, a exemplo do que acontecia por aqui (SC) até meados dos anos 90.
Quando estive em férias por lá, em 2006, conversei sobre o assunto com um maranhense:
_ Futebol a gente não liga muito não, a gente gosta mais é de um forró!
Esclarecido.

Travessuras do Imperador - evento n. 5845

Dessa vez não foi uma balada, rave, festa ou coisa parecida. Esta foto é da comemoração do Imperador pelo título da Inter de Milão.
O imperador mostrou que compensa dentro de campo o que faz fora.
Aposto que se ele estivesse no Bragantino nesse fim de semana tudo seria diferente: da concentração à classificação....

Desconcentração

Vamos Bater uma bolinha?

Queria ver nesse plantel o Renato Gaúcho, Romário, Adriano, Ronaldo, Denílson...


Bragantino foge de modelos para não perder a concentração

O time do Bragantino teve que trocar de hotel, ontem à noite, para não perder a concentração. Motivo: a chegada de um ônibus com quarenta belas moças que participaram de uma convenção de uma agência de modelos. Os atletas estavam confinados em Atibaia desde o meio da semana. "Nós nos hospedamos lá há um ano e nunca vimos uma convenção dessas. Por precaução, tirei os jogadores de lá", disse o presidente Marcos Chedid. Ao saber da presença das 40 mulheres, conversou com o técnico Marcelo Veiga e transferiu a delegação para um hotel no centro de São Paulo. "Reservamos dois andares e mandamos seguranças para dar tranquilidade a todo mundo", afirmou Chedid à Rádio Jovem Pan. Detalhe: os jogadores concordaram com a mudança. A presença das modelos poderia mesmo, segundo eles, tirar a concentração da rapaziada que precisa vencer o Santos, hoje à tarde no Morumbi.


Travessuras do Imperador - evento n. 5844

Será que o zagueiro falou também que ele tinha 300kg?

O atacante brasileiro Adriano, da Inter de Milão, foi suspenso por duas partidas no Campeonato

Italiano. O motivo foi a simulação do camisa 10 no pênalti marcado no jogo desta quarta, no qual a Inter foi derrotada por 3 a 1 pela Roma.

O tribunal esportivo da Federação Italiana de Futebol levou em conta as imagens da televisão registradas durante o lance, que aconteceu aos 7min do segundo tempo. De acordo com a entidade, o brasileiro se jogou propositadamente, para enganar a arbitragem.

Na ocasião, Adriano recebeu passe dentro da área, se antecipou ao goleiro Doni e, ao ver que estava perdendo o domínio da bola, se jogou na área. O árbitro marcou o pênalti, convertido pelo zagueiro Marco Materazzi.

O gol, no entanto, não ajudou a Inter nesta quarta, já que a equipe sofreu sua primeira derrota no Campeonato Italiano ao perder por 3 a 1 para a Roma. Além disso, o resultado impediu que a equipe de Milão conquistasse o título nacional por antecipação.

Terra

Perigo de Gol

O "perigo de gol" ainda é uma prática muito usada em jogos importantes: gols não podem sair muito no começo, o time da casa não pode perder, são alguns motivos dessa intervenção. Muito usado também quando se cruza uma bola na área e alguém cai, assim é apitada a falta de ataque. O Brasil perdeu a copa de 78 assim. O escanteio é batido e Zico completa de primeira, porém o jogo é encerrado no meio do cruzamento.

O gol abaixo foi do Flavio Roberto, ex craque do Avaí campeão de 88. No jogo final, deu essa bicicleta, mas o árbitro, Antonio Rogério Osório, deu o chamado "perigo de gol".

Detalhe: o video foi postado pelo filho do próprio jogador. Bacana.

Auto-folclore


Essa ocorreu quando eu jogava pelo Barranco F.C. , time de várzea que defendi há uns tempos. Invadi a área, passei pelo meio de 2 zagueiros, e, não sei porque, me atirei no chão pra cavar um pênalti (adoro fazer isso), quando podia fazer o gol. O tombo foi ridículo e o juiz não caiu na conversa. Um zagueiro comentou pro outro, em sotaque mané:
_ Ahn, ahn, ahn! 300 kilo e quer passar no meio de 2!
O pior é que tinha passado....
Na foto, sou eu tentando sair (no canto inferior direito), imitando o Roberto Dinamite nos posters das revistas "Placar" dos anos 80.

Blogs da Bola


Vejam que blog interessante: O Fim de jogo, acompanha tudo o que acontece do lado de fora do Maracanã, como descreve a autora, a jornalista Cristina Dissat:


"Cansada de ver tantas brigas e confusões na saída dos jogos, resolvi parar de ser uma mera espectadora e fazer algo de útil. Foi assim que no dia 1 de fevereiro de 2004 surgiu o blog Fim de Jogo. Desde então conto tudo o que vejo da janela do meu apartamento. Para fazer isso juntei algumas peças interessantes: sou jornalista, moradora do bairro há mais de 30 anos e ex-freqüentadora assídua do Maracanã.

No início o slogan do blog era “acaba o jogo, começa a transmissão”, mas o blog foi crescendo e as necessidades aumentando. Passei então a falar, também, de lugares para estacionar, engarrafamentos, chegada dos torcedores, além das obras do Maracanã.

Esperamos poder contar aqui só sobre comemorações e alegrias, pois esse é o espírito do futebol, ou deveria ser.

Enquanto a migração total dos textos do início do Fim de Jogo não vem parar aqui no site oficial é possível ver as primeiras coberturas no Fim de Jogo - Blog-se.

Eu sou f...

O craque Neto, hoje comentarista de Playstation (no game Winning Eleven - Webrazukas 2006), marcou um gol que considero um dos mais difíceis de fazer: o de bicicleta em 1988, no meio de 2 zagueiros, com a bola vindo pela frente em baixa altura. Reparem na comemoração: Neto se empolga na e começa a repetir "Eu sou f..., eu sou f... !". Bastante humilde o rapaz.
Reparem também na narração de Luciano do Valle: "Gênio! Gênio! Um gol pra ir embora!" (?)

Já ontem, em Itajaí, Batista do Avaí foi mais comedido. Fez um gol (fácil) e correu pra comemorar. Elaborou um raciocínio filosófico e gritou em verso e prosa:
_ Porra!



ps.: Pra quem pensa que o gol do Neto foi sorte e que árbitro ruim é coisa de agora, veja outro gol de Neto de bicicleta. Detalhe: o juiz expulsa o jogador porque ele tirou a camisa na hora da comemoração. E os pernas de pau continuando a dar botinadas... impunes...

Pano pra manga


Ainda falta um mês pro Romário voltar a jogar. Enquanto isso, dá-lhe piada sobre o gol 1000.
Colaborou o leitor Giovani Moisés.

Separados no nascimento


O técnico Caio Junior e a bicha Rubinho, personagem do ator Fernando Eiras da última novela Global, Páginas da Vida.

Coleção Grandes Pegadores - vol.2 - Denilson


Esse é figuraça. Nas entrevistas, sempre deixava claro que o que fazia fora de campo era problema dele. Humilde, dizia que bom era o Kaká, porque além de bonito também "sabia falar". Dentro de campo, um showman, assim como pedem os amantes da bola.

Mesmo na arábia, virou notícia. A modelo paulista Danielle Sobreira, assistente de palco do apresentador Gugu Liberato, já estampou a capa da revista Playboy , em um ensaio que teve como tema "Lolita". Aos 23 anos, ela mostrou que não tem vergonha de falar de sexo, muito menos sobre a sua melhor transa.

"A minha primeira vez com o Denílson foi a minha melhor transa, sem dúvida", conta a gata, noiva do atacante pentacampeão mundial.


Terra Sexo

Gol 1000 do Romário


Baixinho, esse tu consegues, é só comprar...

Se o Lula Pode...

Ontem lembrei da polêmica do DVD pirata Dois Filhos de Francisco exibido no avião presidencial. O técnico Sergio Ramirez, do Avai, contou que usou como exemplo motivacional a exibição do filme 300, que ainda não saiu em DVD. Como é improvável que tenham ido ao cinema, só resta a conclusão: era um DVD Pirata!
O técnico estava emocionado na entrevista (após uma vitória dramática), citando metáforas e analogias ao Teatro. ("Falei no intervalo que fecharia as cortinas e entrariam em cena para uma nova peça!" - após um mau primeiro tempo). É, o festival Isnard Azevedo empolgou o gringo...

Brincando de Folclore da Bola



Vendo meu irmão ler o livro "Tantas Palavras" do Chico Buarque, lembrei de uma arte deste fora da música: o jogo Ludopédio. Anos 70. Nada de playstations, elifoots ou outros simuladores modernos do mundo da bola. Só me lembro de ter visto nas lojas, mas nunca joguei.

Este jogo foi criado na Itália, numa época em que seu autor, evidentemente, não tinha mais o que fazer. O jogo passou impune pela alfândega e ficaria restrito a um pequeno grupo, se o pessoal da Grow não se atrevesse a publicá-lo com o nome de Escrete.
Os mais familiarizados com o jogo acrescentaram novidades como, por exemplo, a loteria esportiva, a lei do acesso, o campeonato nacional, o cartão amarelo, vermelho, verde e outras mumunhas mais.

Inventaram também a premiação "estrelas" extras aos artilheiros, goleiros invictos e demais jogadores que se destacaram nas partidas do campeonato, assim como a anulação das "estrelas" aos craques indisciplinados, aos de perna quebrada ou pernas de pau.

Mas, como dizia o próprio Chico: "Prefiro, porém, deixar Escrete à vontade e à imaginação do freguês. Cada qual que o curta como bem entender. Ou não. Aliás, as regras estão aí mesmo para serem desrespeitadas."

Coincidentemente, um outro irmão meu inventou um jogo homônimo nos anos 80, com a mesma função: viver o futebol nos dias que não há rodada nos campeonatos de verdade.

Os gorduchos


Ronaldo aparece em "Os Simpsons" como amigo de Homer
Em alta no Milan, o atacante Ronaldo está prestes a fazer uma aparição no seriado "Os Simpsons". Segundo o site dedicado ao desenho norte-americano, Simpsons Channel, o episódio com o jogador brasileiro irá ao ar na TV dos Estados Unidos no dia 22 de abril, mas sem data definida para ser exibido no Brasil.

No desenho, Ronaldo será amigo de Homer Simpson e ajudará o time de futebol da sua filha do meio, Lisa. O atacante aparecerá com a camisa da seleção brasileira e com a cabeça raspada - na vitória do clube milanês sobre o Empoli por 3 a 1, no último sábado, o artilheiro jogou um pouco mais cabeludo. O próprio jogador dublou a sua participação no desenho.

O convite para participar do programa aconteceu em outubro de 2006, mas só depois de seis meses o episódio será exibido.

Em 2002, um episódio de "Os Simpsons" gerou muita polêmica no Brasil. No 15.º episódio da 13.ª temporada, a família natural da cidade de Springfield esteve no Rio de Janeiro para conhecer o órfão Ronaldo, que Lisa ajudava financeiramente. O País foi representado com macacos andando pelas ruas e muita violência.

A série "Os Simpsons" está no ar há 18 anos, e o episódio que contará com a participação do atacante brasileiro será o de número 395 de sua história. A assessoria de imprensa da Fox, que possui os direitos de transmissão do programa, não confirmou as informações vinculadas pelo site Simpsons Channel.

Estadão

Lei da Mordaça (exceto ...)

A ordem partiu do presidente do Vasco, Eurico Miranda: ninguém pode dar entrevistas até o jogo desta quarta-feira, contra o Botafogo, pela semifinal da Taça Rio. A "lei da mordaça" inclui o técnico Renato Gaúcho, mas não atinge o atacante Romário, que, às vésperas do milésimo gol, está liberado para falar quando quiser.

Foi por causa do próprio Romário que Eurico Miranda tomou a decisão. O atacante de 41 anos criticou abertamente Renato e o seu colega de ataque, Leandro Amaral, por terem declarado o que parece óbvio: que a ansiedade de Romário pelo milésimo gol acabou afetando o rendimento do time nos últimos jogos. “O Vasco é time grande. E, como tal, sofre pressões. Treinador e jogador que não estão acostumados a pressão têm que ir embora”, disse Romário.

Depois de três derrotas seguidas e a surpreendente eliminação na Copa do Brasil diante do Gama, no Maracanã, o Vasco entrou em crise. E o emprego de Renato Gaúcho ficou sob ameaça.

Estadão

Hora de Parar

Edmundo chora no vestiário e até fala em parar de jogar

SÃO PAULO - Artilheiro do time no Estadual, o atacante Edmundo quer parar de jogar. Abalado pelo resultado da partida deste domingo contra o Guaratinguetá - empate por 2 a 2 -, o atacante chorou muito. Nos vestiários, desabafou. "Gostaria de ficar por mais tempo, mas deu vontade de voltar para casa, aproveitar a vida”, declarou, para logo depois dizer que apesar do desânimo, ainda pode repensar sua decisão. “Ainda tenho um ano de contrato com o Palmeiras. Vou conversar com a diretoria para ver se eu ainda posso ajudar o time”, disse, com uma voz amargada.

O inferno astral de Edmundo não começou neste domingo. O atacante teve a chance de dar a classificação da equipe para as oitavas-de-final da Copa do Brasil, na última quinta-feira, mas chutou para fora sua cobrança. Contra o Guaratinguetá, Edmundo voltou a não render o esperado e isso aumentou sua tristeza.

O craque ficou muito triste com a posição da diretoria palmeirense em relação a uma proposta do New York Red Bulls, da liga norte-americana de futebol. “Eu não tenho a intenção de ir para os EUA. Houve essa proposta e eu comuniquei a diretoria que tinha sido procurado. Eles disseram que se a proposta era boa para mim, poderiam considerá-la. Se eles querem me liberar, eu não quero ir.”

A respeito da declaração de Edmundo sobre encerrar a carreira, Cipullo tem certeza que sua declaração foi provocada pelo “ardor da partida”. “Encaro o que ele disse como amor à camisa, à sua profissão. Ele sentiu o empate, a chance desperdiçada, mas ele irá reconsiderar essa posição.”

O técnico Caio Júnior concorda com o dirigente. “Ele tem uma história aqui no clube e sentiu muito a perda do pênalti contra o Ipatinga”, disse, valorizando a coragem de Edmundo de bater o pênalti que deu o empate ao time alviverde. Sobre o seu eventual abandono do futebol, Caio seguiu o caminho de Cipullo. “Ele estava de cabeça quente, triste. O contrato dele vai até o final do ano e conto com ele para o Campeonato Brasileiro”, disse o treinador.

Edmundo sabe que pode voltar atrás. “Não é o final, existe a possibilidade de parar, é provável mas não definitiva.” Se o Palmeiras não se classificar para as semifinais do Paulistão, Edmundo - que está suspenso pelo terceiro cartão amarelo para o jogo contra o São Bento, em Sorocaba, na próxima quarta - terá um mês para pensar. A estréia do Palmeiras no Brasileiro acontecerá só no dia 13 de maio, contra o Flamengo.

No fim do desabafo, uma declaração de amor ao Palmeiras. “Não é para me ajudar que quero parar. É pelo Palmeiras, para quem eu torço. Apesar de ter sido revelado em outro clube, é aqui que fui feliz. Sempre.”

Estadão

Amigões do futebol


Li essa notícia e lembrei de quando o Renato Gaúcho veio jogar aqui na Ressacada em 1987, onde ainda ecoava o corte da seleção (de Telê Santana) por causa de uma pulada (literal) de muro da concentração.
No primeiro lance, uma garrafa de água mineral foi atirada no gramado e caiu a uns 5 metros dele. O malandro se jogou, rolou no chão para perto dela e fingiu ter sido atingido. E era apenas um amistoso! Vaia geral, sob o coro: andro, andro, andro, deu a b.. pro Leandro!
Leandro era um lateral que pediu para ser cortado da Copa do Mundo, em solidariedade a seu amigo Renato Gaucho. O atual técnico do Vasco, ainda nessa época, deu uma polêmica entrevista à revista Playboy, contando as surubas onde participavam também, além do amigão Leandro, Éder Aleixo e Paulo Roberto. Mas essa é outra história.
Vamos à notícia!

Romário e Renato batem de frente no Vasco
O Vasco ainda saiu de Cabo Frio dando sinais de que a relação de Romário com o técnico Renato Gaúcho já não é mais a mesma.
"Se o treinador se sente pressionado, tinha que passar na sala do presidente e pedir demissão", declarou o atacante, ao ser perguntado sobre a pressão que o seu gol mil está causando no time.
"Quando eu escutar a entrevista, vou conversar com ele e o presidente também", respondeu Renato.

Penalti Decisivo

Essa é clássica. Pela narração, parece final do campeonato Paranaense da segunda divisão, onde o Pato Branco tem um pênalti decisivo no último minuto. Pela narração do radialista, percebe-se que ele torce pro Pato Branco.... antológico!

Ouça aqui a cobrança do pênalti

Colaboração de Alexandre Gonçalves. Mande a sua para o Folclore da Bola!

Gol 1000 amarrado


Pai de santo diz que gol mil de Romário está "amarrado"

O milésimo gol custa a sair, as pernas de Romário estão cansadas e os pés amarrados. A voz do babalorixá (pai de santo) Jair de Ogum (foto) diz que o jogador foi alvo de um trabalho forte, complicado de ser desfeito.

De acordo com a Magia Negra Africana, o momento não é bom para o jogador. As cartas, astros e números confirmam que o artilheiro tem sofrido influências negativas que atrapalham na corrida para o gol mil.

Jair de Ogum diz que Romário foi vítima de um trabalho muito forte que teve reflexos no time todo. E que não será desfeito até que o atacante veja algumas providências como tomar um banho de descarrego.

Segundo Pai Marcos, que faz e desfaz trabalhos de magia negra, Romário tem sido vítima de inveja e cargas negativas e deve estar atento a problemas musculares e de ossos. Contra o Gama, o jogador sentiu dores na coxa.

"Pela magia africana, o ano não está bom para ele. O Romário tem recebido muita negatividade e precisa mudar algumas atitude para renascer", afirma Pai Marcos.

A maldição do gol mil começou quando Bruno, do Flamengo, salvou com o pé o milésimo gol. Depois, as frustrações prosseguiram com Botafogo e Gama.

Adriana Fortunata fez um jogo de cartas com dados de Romário e os números atuais que envolvem o gol mil e garante que há uma barreira. A cartomante diz que ele atingirá a marca, mas que terá contratempos. O 7 de espadas representa a negatividade e indica que ele deve ter perseverança.

O números dão um tom macabro ao esforço de Romário. França D'Abreu trabalha em cima do 999, número atual de gols. "Se virar, temos o 666, número da Besta. É até assustador, mas vale trabalhar em cima disso, buscar ajuda em alguma religião", aponta o numerólogo.

A astrologia até, então, era favorável a Romário. No primeiro jogo contra o Gama, em Brasília, dia 21 de março, por exemplo, os astros conspiravam a favor do artilheiro, que até então tinha 998 gols.

Segundo especialistas, é necessário saber quando Romário voltará a campo para tentar balançar a rede. Assim, seria possível ver a conjunção dos astros para saber se o dia será ou não favorável. O jogador ainda não sabe quando será a próxima vez, mas é bom começar a tirar as mandingas.

Terra

Romário, faltou gás!


Enquanto Romário frustra 300 convidados em sua festa preparada para o gol 1000, um torcedor grita das arquibancadas:
_ Mulher, me perdoa que eu gastei o dinheiro do gás pra ver o Romário!

Doutor Sócrates


Vamos voltar no tempo e lembrar do Doutor Sócrates, aquele que fez do passe de calcanhar sua marca registrada. Sempre gostou de uma gelada. Abandonou o futebol e depois voltou. E depois abandonou de novo. E depois voltou, já velho, para ser reserva de um time da quinta divisão escocesa. Dizem as más línguas, whisky no banco de reservas contra o frio. E ele entrava para bater os pênaltis.

O video abaixo é uma prova de quem foi rei nunca perde a majestade. O drible é sobre o jornalista Jorge Kajuru. O mais importante de tudo é que ele faz a jogada com um copo de gelada na mão. Sensacional.



E é de família. Um amigo foi ao teatro em São Paulo e encontrou o irmão Raí sentadinho apreciando a arte. Com uma cervejinha na mão, claro.

Pérolas do Miguelito

Rápida do Miguel Livramento, hoje no jornal do Almoço. Ao registrar o desfalque do zegueiro Chicão para o jogo da noite, Roberto Alves rebateu, fazendo a média de sempre:
_ Mas o Figueirense tem peça de reposição!
Miguel, sem dar muita bola:
_ Quem tem peça de reposição é a Porcina! (viúva emperiquitada da novela Roque Santeiro)

E a do Romário, vai pra quem?

Após gol mil, goleiro rouba a bola de juiz

San José, Costa Rica - Enquanto Romário ainda está buscando o seu milésimo gol, a seleção da Costa Rica chegou a esta marca histórica na última quarta-feira, ao empatar em 1 a 1 num amistoso contra o Chile. O fato inusitado do encontro foi o roubo da bola da histórica marca, pelo goleiro costarriquenho Wardi Alfaro.

O histórico gol foi marcado pelo atacante Rolando Fonseca. Após o jogo, o atacante solicitou a bola ao juiz da partida, mas teve seu pedido negado pelo árbitro. Entretanto, Alfaro conseguiu pegar a bola.

"Quando terminou a partida notei que a bola estava perto de mim e peguei. Não sabia que o juiz negou entregar ao Rolando", comentou o goleiro.

Agora a bola está com Rolando Fonseca, que guarda ela no seu acervo particular. O atacante de 31 anos, é o maior artilheiro da seleção costarriquenha com 47 gols.

Futebol Interior

Dercy e Boate Reservadinha


Romário recebe visita de Dercy Gonçalves no Vasco

O atacante Romário recebeu nesta terça-feira, em São Januário, a visita da atriz Dercy Gonçalves. Na última sexta-feira, quem encontrou o atacante no Vasco foi Reinaldo, ex-jogador do Atlético-MG.

Romário não participou do treino apronto do Vasco para o jogo desta quarta-feira, contra o Gama, que pode marcar o gol de número mil do jogador na carreira. Ele treinou apenas algumas cobranças de pênaltis: de cinco tentativas, acertou três.

Romário espera chegar ao gol mil na partida desta quarta-feira, contra o Gama, pela Copa do Brasil. O jogador, aliás, já reservou uma boate na Barra da Tijuca para comemorar o feito histórico.

Terra

Terceiro Tempo


O Terceiro Tempo, programa da RCE TV Florianópolis (anos 80), era uma pérola do telejornalismo esportivo. No ar todas as segundas feiras à noite, debatia a rodada do fim de semana. Roberto Alves e Miguel Livramento eram os âncoras.
Para se ter idéia, em 12 de maio de 1986, o cabo Silvio Roberto Vieira, da Polícia Militar, invadiu o estúdio (as gravações eram ao vivo). Ele reclamava do salário e, com uma bala no revólver, apertou o gatilho. A arma não disparou. Depois de 40 minutos no ar, foi preso. Um pico de audiência em todo o estado.

No mais, as velhas discussões acaloradas, com a participação dos espectadores por telefone. Um reclamou que o Miguel falava muito alto:
_ O quê? Tô falando muito alto? Então baixa o volume da televisão!
Já o técnico Vicente de Paula, quando convidado para participar do programa, não aceitou e deu a seguinte justificativa frente as câmeras (em tom seco):
_ O nível é baixo.
Curiosidade: A música de abertura era parte da trilha sonora do filme Um Tira da Pesada, com Eddie Murphy interpretando o policial Axel Foley.

Como assim ratoeira?

No campo do meu time de rua, nosso vestiário tem apenas 2 duchas (uma fria) e 15 metros quadrados. E eu achava que estivesse de bom tamanho...


Vestiário de visitantes do Chelsea é uma "ratoeira", diz jornal

O jornal esportivo Marca denunciou na edição desta terça-feira a situação dos vestiários dos visitantes do Chelsea no estádio de Stamford Bridge. O diário disse que o vestiário é uma "ratoeira", enquanto o da equipe local é quase "de luxo".

"O Chelsea começa a batalha nos vestiários", acrescentou.

Dois jornalistas constataram que o local reservado aos visitantes é antigo e tem apenas três duchas e um espelho em 30 metros quadrados para todos os jogadores.

"Um vestiário indigno de um clube multimilionário", comentou.

No entanto, os jogadores do Chelsea têm um vestiário moderno e espaçoso, três vezes maior que o dos visitantes, com direito a um bar e a duchas "estratosféricas".

Para o jornal o vestiário é outra arma utilizada contra os rivais pelo técnico do Chelsea, o português José Mourinho.

Terra

Soco de Técnico é normal


Assistindo ontem o desfecho do caso do técnico de natação que bateu na filha, lembrei do Alex Rossi (ou Alex Raça), que defendeu o Avaí no final dos anos 90. Num jogo pelo campeonato catarinense, ele declarou para a imprensa como tinha se preparado no vestiário para o segundo tempo, uma vez que tinha feito um primeiro tempo displicente:
_ Bem eu pedi pro professor Cuca me dar um soco, pra eu ficar ligado!

Alex voltou, fez um gol, e ao comemorar, correu em direção ao técnico Cuca. Ambos deram um salto em direção ao outro, e trobaram numa peitada. Bastante primitivo...

E no final do jogo, chorando copiosamente:
_ ... Porque ninguém acreditava no Raça (ele), e taí ó, fiz o gol da Vitória...

Quem sabe não tenha acontecido o mesmo com a nadadora....

ps.: Cuca, meses depois, dirigiu a Inter de Limeira e foi demitido após dar uns sopapos no vestiário em um jogador que fazia corpo mole.

Túlio Bocão volta ao Flamengo

Não é primeiro de abril, é o Flamengo do Piauí...


Nota triste do Folclore da Bola: fui pesquisar uma foto do Túlio no Google Images (pesquisei por Tulio Maravilha) e retornou uma imagem deprimente. Não tentem fazer em casa.


Teresina, PI – O atacante Túlio Maravilha, atualmente disputando o Campoeonato Goiano pelo Canedense, de Senador Canedo, poderá ser a principal atração do futebol piauiense. Túlio está sendo anunciado como o novo reforço do Flamengo de Teresina. Túlio está jogando na Canedense garças a Federação Goiana de Futebol que paga os salários do jogador.

Com 37 anos, Túlio tem jogado em todos os tipos de equipes do Brasil e na temporada passada chegou a atuar até na Terceira Divisão de Goiás. Mas marcou época em vários times, principalmente no Botafogo-RJ, onde é um dos maiores ídolos da história.

Túlio Maravilha receberá R$ 30 mil mensais e o presidente do Flamengo, José Everaldo Cunha, garante que o jogador poderá ser apresentado na próxima semana, fazendo a estréia no dia 18 de abril contra o Parnahyba, atual campeão piauiense.

Futebol Interior

Embasado e decidido... achando


Do lateral Robson, após o empate do Avaí contra o Criciúma neste domingo:
_ E aí Robson, foi bom o resultado ?
_ É, não sei como tão os pontos, mas eu acho que com certeza foi um bom resultado.

E teve aquela do meia carioca Beto, vulgo Beto Cachaça:
_ É, eu acho que eu acho que...